É um bom momento para comprar imóveis?

Sem Crise Agora é o momento para Comprar Imóveis

 

Um dos principais receios para se investir em imóveis está em relação a uma possível crise no mercado como um todo, principalmente se isso ocasionar desvalorização na propriedade adquirida. Assim surge a dúvida: devo ou não comprar um imóvel?

Antes de tudo, obviamente que o interessado deve verificar suas condições financeiras e fazer alguns questionamentos: “Tenho alguma reserva para dar um sinal ou valor suficiente para pagar o imóvel à vista? Se for fazer um financiamento imobiliário as prestações irão me privar de algumas realizações por longo prazo? Qual o objetivo da compra de um imóvel nesse momento? Várias indagações podem surgir.

Vamos supor que a analise de riscos foi prevista e você se sente pronto para fazer investimento em imóveis. Mas o maior problema é: e a crise?

É importante salientar que, de tempos em tempos, teremos a preocupação se haverá ou não uma crise, seja interna ou externa. Porém, imóvel é algo palpável, físico, e nos traz certa sensação de segurança. Mas o que seria essa tal crise? O imóvel passar a valer a metade do que você pagou? Realmente isso não soa bem aos nossos ouvidos.

Não creio que isso possa ocorrer. Porém, de forma a prever essa desastrosa hipótese, devemos nos perguntar: por quanto tempo durará essa crise, 5, 10 anos?

Procure um Corretor Credenciado para tirar todas as dúvidas
Procure um Corretor Credenciado para tirar todas as dúvidas

Faço uma pergunta a você: Você faria um investimento em que, num prazo de 5 anos, o bem adquirido estaria valendo a metade do que você pagou? Prontamente você pode responder: claro que não! No entanto, muitos de nós fazemos esse tipo de investimento e na maioria das vezes o prejuízo é ainda maior quando o bem é financiado. Não se assuste, mas é a realidade de quem compra um veículo automotor. Ao comprar um carro novo que custa uns R$50 mil, após 5 anos, esse bem estará valendo aproximadamente R$25 mil.

[Ler mais …]

Vai decorar? Inspire-se estilos de quarto de casal

Ambiente tem o desafio de agradar gostos diferentes

Quartos

Um dos ambientes mais intimistas da residência, o quarto de casal requer uma decoração que alie conforto, aconchego, e principalmente, atenda aos gostos das pessoas que o compartilham. Inspire-se agora!

Quarto dos Sonhos 8
Inspire-se estilos de quarto de casal

[Ler mais …]

Conheça um pouco sobre de Guarapari

Com mais de vinte praias e bons locais de mergulho, Guarapari figura entre os destinos mais importantes do Espírito Santo

A cidade de Guarapari tem sua origem no século 16, quando o padre José de Anchieta percorreu a Capitania do Espírito Santo com o intuito de formar novas aldeias que serviriam como base para a catequese dos índios goitacazes. A fundação ocorreu em 1585, quando Anchieta determinou a construção de uma capela para abrigar padres em missão. O nome escolhido foi Aldeia do Rio Verde ou Santa Maria de Guaraparim.

Em 1891, Guarapari deixou de ser vila para se tornar um município. Isto não garantiu o desenvolvimento imediato da cidade, que era de difícil acesso e contava com algumas centenas de construções rudimentares até o início do século 20. O destino do lugar mudou radicalmente a partir dos anos 1960, quando se propagaram as informações de que as areias da região possuíam um grau de radioatividade com efeitos terapêuticos. A areia preta, ou monazítica, passou a ser utilizada então como tratamento alternativo de reumatismo, artrite, alergia, problemas gástricos e digestivos, além de vários outros –mesmo sem comprovação científica adequada.

As melhores praias do ES.
As melhores praias do ES.

Logo a “Cidade Saúde” passou a receber um grande fluxo de visitantes e moradores em potencial de todos os cantos do Brasil e do mundo, ganhando grande impulso para o desenvolvimento. Hoje o município conta com cerca de cem mil habitantes e é um dos destinos turísticos mais importantes do Espírito Santo, referência em shows, festas e eventos no verão.

Na alta temporada, suas ruas e praias ficam lotadas de turistas –principalmente originados de Minas Gerais– e sua população quase triplica, impulsionando a economia local e toda a indústria de turismo do Estado. Tal inchaço tem também seus inconvenientes, evidenciando alguns problemas estruturais e logísticos, como falta de água em determinadas regiões e grandes congestionamentos.

Embora possua distritos em regiões serranas do Estado, o ponto alto de Guarapari é seu litoral. São mais de vinte praias com características bastante peculiares, muitas ideais para práticas esportivas.

Praia das Castanheiras uns dos locais mais visitados do município.
Praia das Castanheiras uns dos locais mais visitados do município.

É essencial provar a moqueca capixaba, a caranguejada e a Torta Capixaba. Várias bancas e lojas ao longo das estradas vendem panelas de barro, peças entalhadas de madeira e objetos feitos com vime e taquara.

Pela localização, praias como a da Praia do Morro, Castanheiras e Areia Preta ficam cheias sempre, graças aos seus arredores que concentram grande número de estabelecimentos comerciais como restaurantes, bares, farmácias, bancos, postos de gasolina e supermercados. São lugares ideais para aqueles que desejam ficar perto de tudo, ainda mais no verão, quando o trânsito se torna caótico.

A região de Nova Guarapari, também chamada de Enseada Azul, foi tomada ao longo dos anos por residências de veraneio e se tornou um dos locais mais badalados do Estado durante a alta temporada.

Fonte

Brasileiros acreditam que os preços de imóveis devem cair nos próximos 12 meses, diz FipeZAP

Brasileiros acreditam que os preços de imóveis devem cair nos próximos 12 meses, diz FipeZAP.

O Raio-X FipeZAP do 2º trimestre deste ano aponta que 58% dos brasileiros que pretendem comprar imóveis nos próximos três meses acreditam que as casas e apartamentos vão ficar mais baratos dentro de um ano. São praticamente seis em cada dez brasileiros que creem na queda dos preços no intervalo de um ano.

O Raio-X FipeZAP do 2º trimestre deste ano aponta que 58% dos brasileiros que pretendem comprar imóveis nos próximos três meses acreditam que as casas e apartamentos vão ficar mais baratos dentro de um ano.

documentos
É uma boa hora para pedir um bom desconto.

São praticamente seis em cada dez brasileiros que creem na queda dos preços no intervalo de um ano. Por outro lado, 16% acreditam que os imóveis vão ficar mais caros dentro de um ano e 26% consideram que as moradias ficarão com o mesmo preço que estão no mesmo período. A pesquisa ouviu 1.871 pessoas entre os dias 6 e 27 de julho. [Ler mais …]