Caixa anuncia redução de juros para financiamento imobiliário

Redução será de até 0,25 ponto percentual para todas as linhas.
Taxa balcão – para não clientes – passa de 11,22% para 11% ao ano.

A hora de conseguir o melhor financiamento é agora!

[Ler mais …]

Caixa anuncia novas taxas para financiamento imobiliário

A Caixa Econômica Federal anunciou na última terça-feira (8), uma redução de 0,25% ao ano na taxa de juros para pessoa física. Além disso, houve a diminuição da cota mínima de financiamento dentro do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Essa redução será aplicada em todas as linhas de financiamento imobiliário.

sao-paulo-zappro

Terá taxa de juros especiais os cliente que forem comprar um imóvel novo ou na planta, cuja a construção tenha sido financiada pela Caixa e optaram por receber o salário pelo mesmo o banco. Dessa maneira, as taxas passariam de 11,22% para 9,75%, para os imóveis que se encaixam no Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Já para os imóveis que se encaixam no Sistema  de Financiamento Imobiliário (SFI),  cai de 12,5% ao ano para 10,75%. [Ler mais …]

Brasileiros acreditam que os preços de imóveis devem cair nos próximos 12 meses, diz FipeZAP

Brasileiros acreditam que os preços de imóveis devem cair nos próximos 12 meses, diz FipeZAP.

O Raio-X FipeZAP do 2º trimestre deste ano aponta que 58% dos brasileiros que pretendem comprar imóveis nos próximos três meses acreditam que as casas e apartamentos vão ficar mais baratos dentro de um ano. São praticamente seis em cada dez brasileiros que creem na queda dos preços no intervalo de um ano.

O Raio-X FipeZAP do 2º trimestre deste ano aponta que 58% dos brasileiros que pretendem comprar imóveis nos próximos três meses acreditam que as casas e apartamentos vão ficar mais baratos dentro de um ano.

documentos
É uma boa hora para pedir um bom desconto.

São praticamente seis em cada dez brasileiros que creem na queda dos preços no intervalo de um ano. Por outro lado, 16% acreditam que os imóveis vão ficar mais caros dentro de um ano e 26% consideram que as moradias ficarão com o mesmo preço que estão no mesmo período. A pesquisa ouviu 1.871 pessoas entre os dias 6 e 27 de julho. [Ler mais …]