Caixa reduz limites para crédito imobiliário

O limite em empréstimos nas linhas Minha Casa, Minha Vida, Pró-Cotista no financiamento imobiliário diminuiu para 80% do valor total do imóvel

A partir de hoje, quarta-feira 16, a Caixa Econômica Federal reduziu o teto do valor dos financiamentos para casa própria.

Em junho, o banco já havia anunciado uma medida. Porém, a Caixa emitiu um comunicado interno endereçado aos seus gerentes bancários marcando como data esta quarta-feira para que a medida passasse a valer. [Ler mais …]

Como comprar um imóvel usando Carta de Crédito

O que é uma Carta de Crédito

Saiba como usar a sua carta de crédito
Saiba como usar a sua carta de crédito

É um documento utilizado por consumidores que desejam comprar algum bem. O instrumento não se restringe apenas aos negócios imobiliários.

No Brasil, este mecanismo financeiro é utilizado, por exemplo, no mercado de consórcio. Neste caso, o cliente contemplado recebe uma carta no valor do bem e vai adquiri-lo por conta própria. [Ler mais …]

Caixa anuncia redução de juros para financiamento imobiliário

Redução será de até 0,25 ponto percentual para todas as linhas.
Taxa balcão – para não clientes – passa de 11,22% para 11% ao ano.

A hora de conseguir o melhor financiamento é agora!

[Ler mais …]

Caixa vai financiar compra de imóveis de até R$ 3 milhões

São Paulo – A Caixa Econômica Federal vai elevar o teto do valor de imóveis financiáveis pelo banco, o percentual de financiamento para imóveis de valores maiores e facilitar condições para construtoras, num esforço para acelerar os desembolsos no segundo semestre, disse um executivo do banco.

Uma das principais medidas do pacote, previsto para ser anunciado na próxima segunda-feira, é dobrar para 3 milhões de reais o valor máximo dos imóveis que podem ser financiados pelo banco, de acordo com o vice-presidente de Habitação da Caixa, Nelson Antonio de Souza.

Além disso, segundo ele, a Caixa elevará a cota de financiamento no Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), usado para imóveis de valor superior a 750 mil reais, de 70 para 80 por cento nos imóveis novos, e de 60 para 70 por cento no caso de usados.

O banco também está reabrindo e expandindo uma linha que permite a transferência de financiamento imobiliário que tenha sido contratado com outros bancos.

Com isso, mutuários poderão transferir para a Caixa até 70 por cento do empréstimo que tenha tomado com outras instituições financeiras. O limite hoje é de 50 por cento.

Outras medidas para pessoas físicas incluem elevar o nível de aprovação das propostas pelo banco, hoje em torno de 80 por cento, além de uma intensa campanha de divulgação.

“No segundo semestre temos que fazer muito mais”, disse Souza em entrevista à Reuters.

No ano até junho, a Caixa, maior financiador imobiliário do país, concedeu menos de 39 bilhões de reais, de um orçamento para o ano hoje em cerca de 93 bilhões de reais.

O esforço para fazer o setor, um dos que mais refletem a forte recessão no país, voltar a ganhar tração inclui também flexibilização de parâmetros para concessão de recursos às construtoras.

Uma das iniciativas nesse sentido é a reabertura do chamado Plano Empresário (PEC), mecanismo simplificado de financiamento que tinha sido suspenso por causa do aumento da inadimplência e do grande volume de renegociações.

Além de ser reaberta, a linha terá o prazo de amortização estendido de 6 para 12 meses, com carência de 6 meses.

CAIXA

[Ler mais …]

Caixa anuncia lucro de R$ 7,2 bilhões e medidas para crédito imobiliário.

Fatia de financiamento de imóvel usado sobe de 50% para 70%. Banco também vai voltar a financiar segundo imóvel.

A Caixa Econômica Federal anunciou na manhã desta terça-feira (8) ter registrado lucro líquido de R$ 7,2 bilhões em 2015, valor 0,9% superior ao obtido no ano anterior. O banco também apresentou medidas de estímulo ao crédito imobiliário, com aumento da cota de financiamento de imóveis usados e reabertura do financiamento do segundo imóvel.

belchior-anay

[Ler mais …]

Caixa volta a oferecer financiamento de imóveis mais barato

São Paulo – A Caixa Econômica Federal voltou a oferecer a partir desta semana a opção de financiamento de imóveis de até 400 mil reais pela linha Pró-Cotista FGTS, crédito que só não é mais barato do que o oferecido pelo banco para quem estiver enquadrado no programa Minha Casa Minha Vida.

A Pró-Cotista voltou a ser operada pelo banco logo após o anúncio de que o Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) faria um aporte de 9,5 bilhões de reais para a linha de financiamento imobiliário este ano. A medida foi anunciada no dia 26 de fevereiro.

Segundo a Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação (ABMH), a Caixa havia suspendido os financiamentos da linha desde o final de janeiro por falta de recursos.

A ABMH recebeu reclamações de mutuários que tiveram o financiamento pela Pró-Cotista aprovado pela Caixa, mas não foram chamados para assinar o contrato. Segundo a Caixa, mutuários que já tiveram o crédito aprovado na linha terão prioridade na contratação do crédito agora.

Caixa
Caixa volta a oferecer financiamento de imóveis mais barato

[Ler mais …]